Glicemia: O Normal é Abaixo de 100 mg/dL

glicemia
diabetes controlada banner 336x280

Glicemia é o nome dado à quantidade de glicose existente no sangue. Esse resultado está relacionado à insulina produzida pelo pâncreas e à quantidade de carboidratos ingeridos ao longo do dia.

Se você tiver sido diagnosticado com diabetes, você pode estar com um pouco de medo ou oprimido. É uma doença complexa, que exige uma atenção especial. Mas fique tranqüilo, pois milhões de brasileiros estão vivendo essa mesma condição. E ela pode ser controlada.

Dessa forma, o alto consumo de carboidratos provoca a elevação da glicemia.

Em pessoas saudáveis, o pâncreas compensa o excesso produzindo mais insulina para que a glicose seja absorvida pelas células. Quando o pâncreas não consegue aumentar a produção de insulina, temos um quadro de diabetes.

O excesso de glicose no sangue é a chamada hiperglicemia, ou seja, o corpo não produz insulina suficiente para que a glicose entre nas células.

O oposto, ou seja, quando há baixo consumo de carboidratos em relação à insulina circulante, provoca a hipoglicemia, que é a falta de glicose no sangue. 

Glicose No Sangue – O Básico

Quando você come ou bebe, o seu organismo decompõe os açúcares e amidos em glicose (ou açúcar), que alimenta suas células. A insulina, um hormônio, é necessária para mover a glicose através de seu sangue para as células.

Quando a insulina está ausente ou não está funcionando direito, seu corpo não consegue quebrar a glicose. Então, acumula-se na corrente sanguínea.

Com o tempo, a glicemia alta pode levar a problemas no coração, rins, olhos, pés e outras áreas.

Você está sob maior risco de hipertensão arterial, acidente vascular cerebral, doenças da boca e da pele, entre outras coisas.

Para manter o diabetes sob controle, o objetivo principal é manter a glicemia em uma faixa aceitável. O seu médico provavelmente lhe deu uma faixa alvo. Agora você só tem que saber quais são seus níveis de glicose. 

Para monitorar esses números, o exame recomendado é a glicemia em jejum, cujo resultado pode variar segundo os critérios abaixo:

  • Normal: Abaixo de 100 mg/dL
  • Intolerância à glicose: jejum de 100 a 125 mg/dL; 2 horas após 75g de glicose: de 140 a 199 mg/dL
  • Diabetes mellitus: jejum maior que 126 mg/dL; 2 horas após 75g de glicose: maior que 200 mg/dL

Exames E Testes

Um exame conhecido como Glicemia de Jejum é o mais utilizado para medir o nível de glicose no sangue e diagnosticar o diabetes. Trata-se de um exame do sangue venoso e é realizado após o paciente passar ao menos 8 horas sem se alimentar.

No dia anterior ao exame e até o início do jejum, o indivíduo deve manter a alimentação normal.

Porém, é recomendado evitar a ingestão de álcool e de cafeína, assim como a prática de exercícios físicos intensos.

É importante informar o médico sobre a ingestão de remédios no período, já que muitos medicamentos podem interferir nos resultados. E, claro, não se deve fumar durante o período que antecede o começo do jejum até a realização do exame.

diabetes controlada banner 730x200

Se a taxa de glicose no sangue em jejum não for a adequada – 100 -125 mg/dl -, o paciente é portador de glicemia de jejum alterada (pré-diabetes).

Valores de glicemia de jejum maiores a partir de 126 mg/dl, repetidos em uma nova amostra, confirmam o diagnóstico de Diabetes. 

Você Também Vai Gostar

Mantenha Um Registro

Sempre anote a data, resultado, hora do dia, quando foi a última vez que comeu e que atividade estava fazendo no momento.

Anote em um caderno os resultados e leve sempre às suas consultas médicas.

Em breve, você será capaz de ver como comer, atividade física, tomar o seu medicamento ou estar doente ou estressado pode afetar a sua glicose no sangue. Compartilhar esses registros com o seu médico em cada visita.

Glicemia Elevada

Quando a glicemia está elevada (hiperglicemia), você pode apresentar os seguintes sintomas: boca seca, sede, vontade frequente de urinar, cansaço e visão turva.

Se você apresentar qualquer um desses sintomas, teste sua glicemia imediatamente.

As razões para glicemia elevada incluem comer exageradamente, ser menos ativo que o comum, estar doente ou sob estresse ou necessitar de ajustes no medicamento contra diabetes.

Glicemia Baixa

A baixa glicemia (hipoglicemia) pode acontecer se você estiver tomando algum medicamento para manter os níveis de glicose no sangue próximos ao normal.

Entretanto, este não é um motivo para deixar de controlar o diabetes – apenas acompanhe de perto os níveis baixos de glicemia.

A baixa de glicose no sangue é causada, geralmente, por comer menos ou mais tarde do que o normal, estar mais ativo do que o habitual ou tomar medicamento contra o diabetes que não esteja de acordo com suas necessidades.

Aprenda a reconhecer os sintomas da baixa de glicose no sangue, que podem incluir nervosismo, tremedeira, sudorese fria ou cansaço. Os sintomas podem ser mais leves no início e piorar rapidamente se não forem tratados.

Se você apresentar sinais de hipoglicemia, faça exame de sangue imediatamente. Se o nível de glicose no sangue for inferior a 60 mg/dl, coma ou beba algum carboidrato imediatamente, como meio copo de suco (120 ml), 3 bolachas de água e sal ou 5 a 6 unidades de bala.

Você pode precisar repetir o tratamento em 15 a 20 minutos se a glicemia não subir. Não é seguro esperar para tratar a hipoglicemia.

Se você quer se livrar do Diabetes e evitar suas terríveis complicações como: cegueira, feridas que não cicatrizam e amputações ►► CONHEÇA ESTE MÉTODO AQUI QUE REVERTE SEU DIABETES EM ATÉ 30 DIAS ◄◄

diabetes controlada banner 725x342
0 Shares: